Qual a Importância do spray fixador na impressão 3D?

Para conquistar bom acabamento no produto final e um resultado mais profissional, um dos requisitos básicos da impressão 3D é buscar o máximo de aderência da peça à mesa de impressão. Com o filamento fundido é sobreposto camada por camada, pode acontecer de a peça não estar firme o suficiente e o resultado final do trabalho de impressão deixar a desejar.

Para solucionar o problema, convém ao profissional que opera a impressora 3D fazer uso de produtos capazes de fixar a base do objeto à área de impressão. Esse recurso confere maior estabilidade à peça, resultando em um produto final perfeito.

Entre as soluções encontradas no mercado para evitar esse tipo de problema, está o Spray Fixador Cliever. Com ele, basta uma simples borrifada na mesa de impressão para uma fixação mais intensa. Com o Spray Fixador, a peça não soltará até que a impressão termine e a mesa esfrie. Para a remoção dos resíduos, após a impressão ser concluída, basta colocar água na superfície e a impressora estará pronta para o próximo trabalho.

Importante: para a melhor conservação do seu equipamento, escolha sempre produtos adequados e para uso exclusivo em impressoras 3D. Não utilize outros produtos que possam causar algum dano aos componentes da impressora.

Para garantir o seu Spray Adesivo para impressão 3D Cliever (150ml) clique aqui.

Conheça as vantagens de ter uma Cliever CL1 Black

Quer iniciar no universo da impressão 3D, mas ainda tem dúvidas sobre qual impressora adquirir? A Cliever tem boas opções de equipamentos para atender às mais variadas necessidades. A depender da aplicação, a Cliever CL1 Black, modelo mais básico da linha de impressoras 3D da Cliever disponível no mercado pode ser boa opção.

A Cliever CL1 Black faz parte da segunda geração de impressoras 3D da Cliever, projetada para um uso fácil e independente. Além disso, a máquina tem a vantagem de trabalhar de forma autônoma. Os projetos podem ser criados à parte em softwares como o Cliever Studio ou mesmo o Autocad e, após, serem exportados para um formato compatível com a impressora, através de um cartão de memória.

Na tela LCD do próprio equipamento, basta selecionar o arquivo desejado e enviar para impressão. Essa facilidade permite que a impressora trabalhe sem a necessidade de um computador ligado a ela.

Apesar de ser o modelo mais básico de impressoras 3D comercializadas pela Cliever, a CL1 Black funciona muito bem na criação de protótipos e na impressão de objetos sem grande complexidade.

Peça impressa na CL1 Black Edition

Peça impressa na CL1 Black Edition

A tecnologia utilizada é a de fabricação por filamento fundido, camada por camada. O filamento utilizado nesse modelo de impressora é o PLA, material ecologicamente aceito e que não emite odor ou gases tóxicos durante o processo de extrusão.

Ficou interessado na CL1 Black? Então aproveite nossa promoção para adquirir agora mesmo a sua impressora. Compre a CL1 Black e leve grátis 2kg de filamentos e 1 unidade de spray adesivo. A promoção é válida até 1º de outubro de 2016.

Impressão em 3D: qual tipo de filamento devo usar?

Para quem usufrui da tecnologia de impressão 3D, seja para a aplicação em projetos pessoais ou profissionais, sempre vem a dúvida: qual o melhor filamento na hora de imprimir? A escolha depende muito dos objetivos da impressão, isso porque a depender da qualidade do objeto a ser impresso, um material pode ser melhor empregado do que outro.

Aqui vale uma observação: é preciso analisar o tipo de filamento que cada impressora suporta, e esse fator deve ser considerado já no momento da compra do equipamento. As impressoras estereolitográficas, por exemplo, que imprimem objetos menores e mais complexos com mais precisão e eficiência, utilizam como material apenas a resina líquida.

Para esclarecer eventuais dúvidas sobre as diferenças existentes entre os diversos tipos de materiais encontrados no mercado, convidamos você a acompanhar a leitura deste post e, assim, fazer a melhor escolha. Confira abaixo as características de cada opção:

PLA = O mais indicado para impressão 3D, ele é um filamento biodegradável e atóxico, é produzido a partir de fontes renováveis como a cultura de milho, mandioca e beterraba. Por ter essa característica, é um produto ecologicamente aceito. O PLA tem a grande vantagem de deformar menos a peça, evitando o efeito wrap (encolhimento sofrido pela peça em caso de perda repentina de temperatura). Por ser simples de utilizar, o PLA é o que apresenta o melhor resultado para peças de grandes dimensões. Também tem como vantagem não emitir qualquer odor ou gás durante o processo de extrusão.

Filamento de poliéster (Flexível) = bastante flexível e com um ponto de extrusão baixo, o filamento de poliéster é indicado para a impressão de peças que exigem maleabilidade. Capas para celular podem ser um bom exemplo aplicação. Algumas vantagens desse material é que ele não é tóxico, não absorve água e é mais tolerante com a umidade do ambiente.

Resina líquida = apesar de não ser um filamento propriamente dito, a resina líquida é a matéria-prima que abastece as chamadas impressoras esteriolitográficas. Nesse processo, o objeto criado emerge em meio líquido, diferente das impressoras 3D mais tradicionais que depositam camada por camada de plástico.

ABS = filamento leve e rígido, o Acrilonitrila butadieno estireno (ABS) é derivado do petróleo, sendo menos ecologicamente aceito do que os demais, por emitir gases tóxicos durante o processo de extrusão.

Agora que você conhece um pouco mais sobre os tipos de filamentos para impressão 3D existentes, faça a escolha de acordo com a finalidade dos seus projetos! Para prestar qualquer tipo de esclarecimento a mais, a Cliever se coloca à disposição para contribuir. E não esqueça: em nosso site você encontra uma sessão especial com uma gama variada de alguns materiais. É só clicar aqui.

 

Faça você mesmo: Expositor Colmeia

Que tal levantar as mangas e fazer com suas próprias mãos?? Garantimos que é muito fácil e o resultado é muito bacana!

IMG_7834

Aqui na Cliever, a prateleira hexagonal é usada para expor as impressões mais diversas na nossa sede, e quem criou foi o nosso CEO, Rodrigo Krug, que não via muita graça nas compradas prontas e decidiu pôr as mãos na massa. Basicamente, ela é feita de chapas de madeira com conectores impressos em 3D. Se você também quer fazer uma, siga essas dicas!

Para montar uma prateleira igual a nossa, você vai precisar de:
• Parafusos flipboard 3,5X30
• 38 chapas de MDF ou compensado, 30cm X 20cm e 15mm espessura
• 28 conectores laterais
• 32 conectores centrais

Comece pelo download dos arquivos que o Rodrigo projetou, clicando aqui.

IMG_7876

Sugerimos imprimir vários ao mesmo tempo na sua impressora Cliever. Nos modelos CL2 Pro e CL2 Pro Plus, você consegue imprimir 6 conectores centrais por vez!

software

Depois de finalizada a etapa das impressões, parta para o encaixe das chapas nos conectores. Fizemos este esquema para ajudar você com as conexões necessárias.

prateleira

 

Depois de encaixados, aparafuse a prateleira para reforçar a sustentação e ter certeza de que ficarão bem firmes.

IMG_7837

 

Depois disso, já está pronta para expor o que você quiser!

Lembre-se de que por ser modular, as possibilidades são infinitas! Você pode modificar de acordo com suas necessidades, aumentando ou diminuindo o número de colmeias.

Se você montar uma, manda uma foto pra gente :)

IMG_7842 IMG_7835

 IMG_7841 IMG_7840

 

 

Impressão 3D e Medicina: vasos sanguíneos em 3D.

A impressão 3D e a medicina avançam juntas. Sistemas vasculares impressos em 3D são mais um avanço na área médica atrelada tecnologia de impressão 3D.

Bioengenheiros têm avançado em direção à meta da construção de órgãos cultivados em laboratórios, vinda de células do próprio paciente, mas alguns grandes desafios ainda permanecem.

Continuar lendo

Filamento: nova tecnologia reveste o filamento com nanotubos

A qualidade do filamento influencia diretamente na qualidade da impressão. De acordo com a Lux Research, maior liberdade na escolha de materiais plásticos irá ajudar no crescimento do mercado de impressões 3D. Mas o uso de plástico em impressão 3D tem sido limitado apenas à criação de protótipos devido à sua baixa resistência. Continuar lendo

Inside 3D Printing Conferência e Exposição, tudo que você precisa saber!

Inside 3D Printing Conferência e Exposição, que acontecerá em São Paulo, nos dias 16 e 17 de Abril

Mediabistro Inc. (Nasdaq:MBIS) anunciou a agenda da Conferência  Inside 3D Printing, que chega ao Hotel Sheraton São Paulo World Trade Center nos próximos dias 16 e 17 de Abril.

Continuar lendo